Mudanças

A partir da tira em que o pequeno Jean volta ao normal, depois de ter virado uma abelha, as tiras do Jeanzinho ficam com uma produção mais espaçada ainda. Foi o jeito que encontrei de não desistir de vez. A vida não é feita só de sucessos – tem um monte de fracassos no meio do caminho também. Eu adoro fazer esse personagem, mas não se pode levar por tempo indefinido algo que tem tão pouco retorno de público. Vou continuar fazendo, mas tiras mais fechadas, sem arcos, como essa do abelhudo.

Quero me dedicar mais à produção de histórias, que é onde eu acho que me saio melhor, e outras coisinhas que ainda é cedo pra falar. Obrigado a vocês aí que estiveram aí lendo o que eu fiz! 😀

Anúncios

Nemo dormindo escondido

Fiz esse flagrante do meu gato Nemo, achando que estava dormindo escondidinho. Ele é um gato muito danado, e muitas vezes chato, mas eu adoro ele! 😀 Não por acaso, me inspirou a transformá-lo em personagem também!

IMG_20180519_121417072

A Próxima tira vem aí

Estou trabalhando nela, pessoas!

Dessa vez tive que fazer a tira inteiramente no computador, porque estou sem nanquim. É um tanto difícil encontrar o material de desenho que uso aqui onde eu moro.

Não gosto de desenhar no computador; demoro mais pra fazer, não tenho tanta satisfação como quando desenho à mão e o traço fica “certinho” de mais… Mas é o jeito.

Aguardem mais um pouco!

jeanzinho_tira-056_processo

HQ exclusiva

jean e flavio

Terminei agorinha uma história de uma página do Jeanzinho e seu amigo Flávio, para uma revista independente realizada por autores de Manaus. Mais detalhes quando for possível dar mais detalhes. 🙂

Pérola, Suzy e o pote de salsichas

Revisando algumas coisas no meu site pessoal, pesquei essa pequena crônica. 🙂 Já fiz uma HQ sobre a Pérola, linkada aí mesmo no texto. Esse episódio das salsichas também inspirou uma tira do Jeanzinho. 😀 (Se não lembra, clique aqui)

sketch_perola_suzy_salsichas.jpg

Uma postagem que vi ontem no Facebook me fez lembrar de um episódio com minhas cachorrinhas, Pérola e Suzy, e fiz esse desenho no sketchbook pensando nisso. 🙂

Uma vez minha mãe veio da chácara trazendo um pote cheio de salsichas que ela havia preparado lá e trouxe pra casa. Ao descarregar umas coisas do carro, acabou deixando o pote de salsichas no chão da cozinha. As duas cachorras, que não são bobas nem nada, e ainda por cima obcecadas por salsichas (principalmente a Pérola), não perderam a oportunidade!

Quando minha mãe voltou à cozinha, encontrou as duas lambuzadas de molho de tomate, se lambendo sem parar e o pote de salsichas vazio. Acho que foi o dia mais feliz das vidas delas! 😀

Não temos mais a Pérola, que já morreu.

Fiz uma historinha sobre ela, que você pode ler aqui no site ou no Issuu.

Ver o post original

Desenhando uma nova história

IMG_20180321_110827900

O tempo vive me assustando! Terminei de escrever uma história nova do Jeanzinho no final do ano passado (falei sobre isso aqui), e só agora é que estou começando a desenhá-la. E quase nem o fazia mais, pois eu tinha intenção de desenhar uma história nova do Kário até o fim desse ano. Objetivo que, evidentemente, não vou mais conseguir – não vai dar tempo.

Mas, pelo menos essa história nova do Jeanzinho sai!

E é preciso que saia. É difícil de acreditar, mas já faz um ano e meio que fiz a última HQ dele, A Cidade das Maravilhas. Claro que nunca me propus fazer mais histórias com uma periodicidade exata, afinal vivemos no Brasil e fazer quadrinhos, aqui, é remar contra um mar de dificuldades. Mas eu gostaria de fazer, pelo menos, uma história nova por ano. E, se Deus quiser, é o que farei.

Portanto, continuem lendo as tiras e aguardando a história nova. Vai ser uma aventura do pequeno Jean com o Seu Raul, o mecânico do bairro. Eu me diverti muito escrevendo essa história e espero que vocês gostem dela! 🙂 Obrigado pelas visitas, é bom saber que vocês estão aqui. 😀

Diário desenhado: Visita à ONG

sayonara e eu na anjos de rua

Na última sexta-feira, a Sayonara e eu fomos até a ONG “Anjos de Rua” levar nossa gata Valentina para castrar. Por um valor simbólico, a ONG acolhe animais de rua para fazer castração, vacinação, e ainda promove feiras de adoção onde pessoas que recolhem animais de rua, mas que por vários motivos não podem cuidar deles, possam fazer com que esse bichinhos encontrem um lar.

Foi uma tarde muito gostosa! O clima dentro da ONG não poderia ser melhor. Estávamos rodeados de pessoas que realmente amam e se importam com aqueles animais.

A Sayonara, que tem mais habilidades sociais que eu, logo fez uma amiga, com quem bateu um bom papo. Eu também fiz uma amiga, de quatro patas. A cadelinha Malu! 🙂 ❤

Ver o post original